O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

25 agosto 2009

Deviz, o alvo

De acordo com o "O País", "Traidor, intriguista, mentiroso, confuso, ladrão, cobarde, demente são alguns dos adjectivos feios atribuídos a Daviz Simango" por membros da Renamo. Enquanto isso e segundo o mesmo jornal, jovens tentaram inviabilizar o trabalho político de Simango em Gaza.
Adenda: muito interessante a persistente hostilidade da Renamo e da Frelimo para com Deviz Simango. É como se ambos desejassem que o cenário político moçambicano fosse definitivamente bipolar.

14 Comments:

Anonymous Anónimo said...

COCORICOOOOOOOO!!!!

VAMOS TODOS VOTAR!

MOCAMBIQUE PARA TODOS!


COCORICOOOOOOOO!!!!

VAMOS TODOS VOTAR!

MOCAMBIQUE PARA TODOS!


COCORICOOOOOOOO!!!!

VAMOS TODOS VOTAR!

MOCAMBIQUE PARA TODOS!


MZ

25/8/09 10:04 da manhã  
Anonymous Chacate Joaquim said...

Lamento o facto de marginais usarem o nome da FRENTE para praticarem actos criminais em Gaza. o que eu sei é que a população desta Província é a mais tolerante e passífica que conheço talvés seja por isso que somos os maís pobres!... os que estão a queimar MDM em Gaza ném são da FRENTE e muito menos de GAZA...

25/8/09 11:48 da manhã  
Blogger Julio Mutisse said...

O que é que liga tais jovens a FRELIMO?

25/8/09 12:48 da tarde  
Blogger umBhalane said...

O problema da Frente é esse mesmo - é uma frente - tem muitas misturas, convergências, reuniões,, muitas "sensibilidades",...

Agora, que deve ter 1,00% (um por cento) de gente boa mesmo, ainda acredito.

É o problema...ainda desconseguido de resolver.

25/8/09 3:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Curioso é que a PRM quer em Nampula como em Maputo protegeram e bem este candidato presidencial. Surpreende embora seja esse o papel da nossa policia, de qualquer policia. Agora vamos ver os limites de DS: ou consegue passar a mensagem, insistindo, insistindo, ou acaba por sofrer as consequências devido as suas nobres convicções.Uma coisa é certa: o "puto" está a espera que seja transformado em mártir...óptimo para quem precisa de muita gente a apoiar as suas causas, pois ele sabe que não tem estrutura de momento e tempo para atingir os desejados 60%& de deputados na AR. Todo o cuidado pela paz e união dos moçambicanos. O voto regional mata todo o desenvolvimento alcançado até agora como país de todos e para todos. Há tempos ouvi na RM que algumas familias numa povoação de Gaza tinham ficado sem os seus bens porque um grupo não identificado tratou a calada da noite destruir e roubar sob a justificação de serem da oposição ou estarem na oposição, não sei bem...... este tipo de noticia deve ser anunciada? Não estará a incitar a divisão? Não sei se o senhor professor pode abrir uma discussão em torno disto. Uma humilde opinião de quem entende estar numa sociedade de carencia e que se encontram mil e uma razões para justificar até actos macabros.

25/8/09 3:49 da tarde  
Anonymous Viriato Dias said...

Está provado que o maior adversário político da Renamo e do seu líder, Afonso Dhalakama, neste momento é, sem sombras de dúvidas, o Engº Deviz Simango e o seu partido - MDM.

Para Afonso Dhlakama, o "Sistema" pode governar por mais 50 anos, pouca importância ele tem com isso, até porque sente-se bem como o "pai" da democracia e eterno candidato vencido.

Dá-lhe loiros este facto, de ser o segundo candidato mais votado nas eleições ante o olhar pávido dos seus membros.

São coisas que só se encontram uma explicação naquele que em tempos eu depositei plena confiança como sendo a boia de salvação deste país, agora reduzido aos escombros.

Quanto aos ataques ao Engº Simango e as acções do seu partido há-de se reflectir nos votos. O povo sabe castigar.

Um abraço

25/8/09 7:02 da tarde  
Blogger Reflectindo said...

Caro Chacate, o grande problema não é da populacão de Gaza. Se fosse isso os partidos da oposicão não teriam membros naquela província. O problema é de quem ganha pela violência e intolerância política. Dizes bem a populacão em geral é pobre e porque não ganha nada dessa intolerância política.

Caro Júlio Mutisse, eu perguntaria o contrário. O que pode desligar os tais jovens da Frelimo? Os veículos usados não ajudam perceber de que partido esses jovens pertencem?

25/8/09 8:23 da tarde  
Blogger Linette Eunice said...

Deixem o jovem Candidato trabalhar!
Se assim começamos, o que será durante a campanha eleitoral neste vasto País?
Apelo ao civímos!

25/8/09 8:43 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

As declarações na imprensa(ex.:STV) do Secretario de propaganda e mobilizacao da Frente, faz campanha do MDM e o líder Deviz Simango.
COCORICOO! COCORICOO

MOÇAMBIQUE PARA TODOS TODOS

Do Rovuma ao Maputo, do Zumbo ao Índico

VOTEMOS NA MUDANÇA

26/8/09 8:14 da manhã  
Anonymous Jorge Luis said...

Caros
Tal como eu previa mesmo antes da campanha eleitoral iniciar já começam a emergir em Moçambique as acusações mutuas entre os principais partidos do momento, a Frelimo, a Renamo e o MDM. faz-me recordar campanhas e eleições que pude presenciar no Brasil há alguns anos atrás.
Membros da Frelimo serão alvos de membros da Renamo, membros da Renamo serão alvo de membros do MDM, membros do MDM serão alvos de membros da Frelimo em vários pontos.
Estive a ler um blogue que dizia que estas manifestações são reacções a vários estimulos da aproximação das eleições. Mas ha quem considere que por outro lado é preciso que os partidos se organizem melhor.

Jorge Luis

26/8/09 11:48 da manhã  
Blogger kimmanel said...

no seu estilo carcteristico Edson Macuacua apareceu na STV a dizer que tudo isso é falso e fruto do facto da MDM estar a perder terreno!

26/8/09 12:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O papel do porta-voz da FRELIMO é dificel e cada vez mais dificel.É mais jovem que a INDEPENDENCIA, rodeado de veteranos que vão puchando as orelhas e depois com um publico muito jovem, alfabetizado e que se vão rindo das suas bafuradas completamente desenquadradas do ambiente que se vive fora das paredes do partido. Quer dizer: é morto por ter cão e por não ter. O Jovem Macuácua anda sempre em cima do muro, a procura de equilibrio. Se olharmos para o seu semblante nos ultimos dias em parece o mesmo convicto mas incomodado pelos ultimos acontecimentos. Afinal é uma pessoa, ser humano, que mesmo que procure dizer que tudo está bem há sempre um tique menos expressivo do habitual. Acredito que o jovem Macuácua no meio de um colete de forças, numa outra situação mais favorável as suas ideias próprias, porque as tem, pode-se tornar num dos ideologos do partido dos camaradas.Se calhar com ele está a saída para ajuventude que ainda acredita na FRELIMO, moderna, pronta a debate, frontalidade, discussão de ideias, enfim....diferente para melhor. Macuácua não contava com esta mudança no cenário eleitoral e dele estão a exigir e demasiado. Ele está consciente que um desaire pode-lhe ser fatal....está a olhar para o que amealhou e pode perder num apice. Em politica não há solidariedade. Já alguém confedenciou com ele a parte? Uma diferença.....

26/8/09 2:06 da tarde  
Blogger Reflectindo said...

1. Por acaso nunca ouvi falar que o MDM inviabizou este e aquele partido. Daviz Simango nunca falou mal deste ou daquele candidato. O que me parece é nas eleicões vindouras em muitos sítios será a Frenamo contra o MDM. Bipolarizacão parece que é. Há quem pensa que Mocambique é propriedade de antigos-guerrilheiros. E a juventude onde fica? Será que a juventude, esta geracão, aceita que seja uma pertenca incontestável dos guerrilheiros e não da Nacão Mocambicana?

2. É interessante ouvir Edson Macuácua a dizer que o MDM está perder terreno. Só se perde o que se tinha, não é? Então significa que Edson Macuácua reconhece que o partido de cinco meses de idade (MDM) tinha ganho terreno e ele acha que está o perdendo? Com a sua idade e por que nunca foi a nenhuma eleicão, eu acredito que Edson Macuácua não está dizendo o que está a se passou realmente em Gaza.

26/8/09 7:19 da tarde  
Blogger Maguezi said...

Sr. Reflectindo, esta é a postura que o nosso líder deve ter. Não deve andar ai aos "murros" com quem quer que seja.

27/8/09 8:41 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home